SELEÇÃO OFICIAL – MOSTRA COMPETITIVA

SELEÇÃO OFICIAL – MOSTRA COMPETITIVA

Postado Em 1 de dezembro de 2020

Contar histórias faz parte da estruturação de um povo: o que foi, o que é e o que será e desta forma, consegue-se manter em pé anseios para além do que está firmado como real. Sendo assim, elencamos narrativas que sejam de nós para nós, entendendo que a realidade não dá conta de (re)escrever nossas vivências distantes da dor, precisando de uma reelaboração de memórias para vislumbrarmos nossos percursos – individuais e coletivos – até aqui. Nesta celebração de nossas existências, os filmes que compõem a Seleção Oficial da Mostra Competitiva do Griot – III Festival de Cinema Negro Contemporâneo, disponíveis ao público e concorrendo às premiações do Festival, O2 Pós, Olhar Distribuição e Mubi, são:

À beira do planeta mainha soprou a gente, dir. Bruna Barros e Bruna Castro

A morte branca do feiticeiro negro, Rodrigo Ribeiro

àprova, de Nastasha Rodrigues

Arco dos ventos, dir. Juliano Viana

A Sússia, dir. Lucrécia Dias

Bonde, dir. Asaph Luccas

Contraste, de Brenda Ligia

Ditadura roxa, dir. Matheus Moura

Ensaio, dir. Carol Sousa e Grenda Costa

Fartura, dir. Yasmin Thayná

Joãosinho da Goméa – O Rei do Candomblé, dir. Janaina Oliveira ReFem e Rodrigo Dutra

Looping, de Maick Hannder

Má lá, dir. Gabriela Freitas e George Ferreira

marvin.gif PART II, dir. Marvin Pereira

Minha história é outra, dir. Mariana Campos

Morde e assopra, de Stanley Albano

Noções de casa, dir. Giulia Maria Reis

Nove águas, dir. Gabriel Martins e Quilombo dos Marques

O trauma é brasileiro, dir. Castiel Vitorino Brasileiro e Roger Ghil

Ser feliz no vão, dir. Lucas H. Rossi dos Santos

Terceiro andar, de Deuilton do Nascimento B. Júnior

Travessia, dir. Matheus Assunção (Gogóia)

Gostou desse Conteúdo?

Então compartilhe agora mesmo!

Facebook Whatsapp Twitter
Hey,
o que você achou desse conteúdo? Conte nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *